sábado, 15 de julho de 2017

Bom fim de semana!









segunda-feira, 10 de julho de 2017

Não é fácil ser sim neste mundo não




A partir dos 40, muito muda... Depois dos 40, do meu ponto de vista, é a altura ideal para começar a fazer balanços. Porque já se viveu bastante e porque se pensa que ainda se tem outro bastante para viver. Porque já se viveram anos suficientes para aprender umas coisas e pôr em prática a sabedoria aprendida. É altura de dar importância às coisas verdadeiramente importantes da vida e deixar de lado aquilo que tira a energia, que não vale a pena e que não acrescenta nada aos dias. É altura de aprender a confiar e cada um terá o seu algo em que confiar - no meu caso, Deus - e prosseguir em fé e esperança. É altura de nos darmos valor e gostarmos daquilo em que nos tornámos, porque Deus, esse oleiro da vida, moldou-nos para sermos o que somos hoje, usando cada pedacinho de barro mais moldável ou mais duro, mas usando cada pedacinho para nos acrescentar e fazer crescer. Há quem fique deprimido com o passar do tempo. Há quem fique desgostoso com o processo de envelhecimento. Lido com muitas pessoas e sei do que falo. Mas não penso assim. Pelo contrário, tenho muito orgulho no passar do tempo e de poder usufruir do privilégio de passar por ele e aprender sempre algo novo todos os dias. E sei que, diante de todas as dificuldades da vida, há sempre uma base de sustentação que me faz permanecer a acreditar e a sorrir. Não é fácil. Claro que não. Há até quem me ache negativa, por vezes. É que, com os factos da vida, aprendi já que muitas vezes não é suficiente ser positivo, ou seja, acreditar sempre que as coisas vão melhorar. Mas há coisas que nunca vão melhorar! Isso é um facto. E diante dele, acreditar no contrário penso que não é inteligente. Ser positivo não é apenas acreditar que as coisas vão melhorar, é acreditar que NÓS podemos melhorar, independentemente das circunstâncias. E isso sim, é o verdadeiro desafio. Isso é ser sim neste mundo não. É acreditar que nada é por acaso, que tudo tem um propósito, que nós temos um propósito. E isso é lindo! É acreditar que muito do nosso mundo pode ruir, mas não somos atingidos de forma a cair, antes somos constrangidos a ficar de pé para a reconstrução. É acreditar que fazer exercício é excelente para manter o nosso corpo activo e ágil, ao invés de o fazer a olhar para as formas do corpo com ansiedade; é acreditar que amamos o que fazemos e de repente podemos ficar sem esse trabalho, mas haverá sempre alternativa; é acreditar que o ente querido que nos foi tirado foi para um lugar melhor e que nos deixou lições de vida que podemos aplicar na nossa própria até à hora do reencontro; é acreditar que somos suficientes em Deus e que temos dons para conhecer e pôr em prática, é acreditar que viver é mais do que existir, é acreditar muito mais além, que vale a pena cada minuto aqui, ainda que por momentos isso possa não parecer fazer sentido.


domingo, 2 de julho de 2017

Uma semana feliz!






quarta-feira, 21 de junho de 2017

Enquanto houver passarinhos, há esperança...







No meio da tragédia, se há coisa que aprendemos é que a vida continua. Ela não pára e nós temos de prosseguir. E no processo, aprendemos (ainda mais) a valorizar o que é importante.
Porque a vida dá-nos lições todos os dias e algumas delas, doces. 
Hoje aconteceu um episódio fantástico na clínica, no meio do negro dos dias que se têm vivido. No momento, pouco depois da hora do almoço, estávamos apenas eu, a colega, o doutor e a paciente. No fim da recepção, consulta, tratamento e pagamento, esta voltou um tempo depois com uma caixa que nos deixou em cima do balcão, com o maior sorriso nos lábios: "Não é por mais nada, apenas pela vossa simpatia." E saiu. Foi lindo!! Eram três pasteis de nata, um para cada um de nós. Oh delícia!
Mas o mais interessante é constactar que, de entre os pacientes que mais se mostram gratos pelo nosso atendimento, a sua gratidão não se deve apenas ao atendimento em si, que sim, prezamos que seja ao nível da excelência, sem excepção, mas pelo mesmo sentimento de gratidão que existe dentro de cada um.
Aqueles que mais nos agradecem a nossa simpatia, são eles próprios os mais simpáticos. Creio que, sem o notarem, apenas vêem em nós a amabilidade que eles próprios trazem e assim fluem estes bons sentimentos de uns para os outros, enchendo os nossos dias e fazendo o nosso trabalho valer a pena. Se nos dizem que com isso lhes damos parte da saúde, talvez me lembre de, para a próxima, lhes dizer que eles são a nossa motivação para ir trabalhar todos os dias!


domingo, 11 de junho de 2017

Bom dia e saudades da chuva










Nada dá certo no tempo errado


segunda-feira, 5 de junho de 2017

Porque Ele vive





"Ainda por um pouco, e o mundo não me verá mais; 
vós, porém, me vereis; 
porque eu vivo, vós também vivereis." 
João 14:19


Não acredito em acasos.
Em mais uma fase difícil da vida, eis que Deus, na Sua simplicidade, me faz ver que eu não estou sozinha. Assim como que por acaso, nesse acaso no qual não acredito, encontro no Pinterest (!) uma citação que remete para esta Palavra. E por isso mesmo, não me sai da cabeça um corinho antigo que costumava cantar na igreja e que diz:

"Porque Ele vive
Posso confiar
Porque Ele vive
Não temerei
Em Suas mãos está o meu futuro
Porque Ele vive
E com Ele eu viverei"

Assim, simples, com uma melodia igualmente simples mas que, cantada com o coração, chega aos céus. 
As fases difíceis parecem não me querer abandonar. Tenho estado a ser posta à prova de uma maneira mais ou menos severa - depende do ponto de vista, claro. Mas sim, saúde debilitada no seio familiar e um emprego quase desemprego, apenas porque somos meros números, mesmo tendo dado a vida para manter as portas abertas de uma casa que precisa de números e foi isso que quisemos manter. Mas agora tudo está a ser posto em causa...
Uma das colegas refere o meu "um dia de cada vez" para encontrar algum conforto e pergunta-me "como se faz isso". E a minha melhor resposta é simplesmente:
o meu "um dia de cada vez" é confiar em Deus, na certeza de que tudo Ele sabe e que, o que quer que deixe acontecer na nossa vida, sabe que vamos dar a volta à situação e irá prover uma solução. Sim, não muda nada, mas dá ânimo para prosseguir com alguma serenidade...
Um dia de cada vez...


sábado, 20 de maio de 2017

Bom fim de semana!




Em algumas perdas,
a gente só ganha.